MENU

accessible_forward Acessibilidade
16 de outubro de 2012 Agricultura

Prefeitura de Rio Claro é a primeira do Brasil em certificação para produtos orgânicos

A Prefeitura de Rio Claro passou a ser, desde a última segunda-feira,
15, a primeira do Brasil a receber o Certificado de Conformidade para
Produtos da Agricultura Orgânica Destinados ao Mercado Interno
Brasileiro. O certificado, emitido pela Ecocert Brasil, organismo de
certificação de produtos acreditado pela Coordenação Geral de
Acreditação do INMETRO –CGCRE e credenciado pelo Ministério da
Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), decorreu de longo
período de análise dos produtos da Horta Municipal, assegurando que
estão conformes com as regras ditadas pela Lei 10.831/03 e demais
instruções normativas correspondentes.
A certificação obtida pela Prefeitura de Rio Claro terá validade até
15 de outubro de 2013, podendo ser renovada caso – com se espera – a
produção se mantenha dentro dos padrões atuais. A lista de produtos
certificados é a seguinte: berinjela, quiabo, pimentão verde, rúcula,
alface, almeirão, repolho, couve-flor, couve-chinesa, chuchu, tomate,
abobrinha, brócolis, e cenoura – entre as hortaliças – e banana,
maracujá, melancia, acerola, abacaxi, laranja e limão, entre as
frutas.
Segundo o secretário de Agricultura, Abastecimento e Silvicultura de
Rio Claro, Carlos Alberto Teixeira De Lucca, o certificado da Ecocert
Brasil coroa o trabalho persistente da equipe de funcionários
envolvida neste projeto. “Eles se engajaram, criaram as condições para
que o projeto fosse adiante, cumpriram todas as exigências indicadas
pelos certificadores e o resultado não poderia ter sido outro”,
parabenizou.
O diretor de Silvicultura da secretaria, Marcos Ary, reconhece que foi
uma longa jornada até a confirmação do certificado.  “É uma conquista
muito positiva para o município, para a população e para todas as
entidades que recebem os produtos orgânicos da Horta Municipal, agora
com um certificado dessa importância e credibilidade para garantir a
qualidade das nossas hortaliças e frutas”, afirmou.
O certificado original, já emoldurado, deverá ser entregue ao prefeito
Du Altimari, que incentivou e acompanhou o trabalho da equipe da
Secretaria de Agricultura desde o início, acreditando na importância
dos produtos orgânicos. “Os nossos produtores, como muitos deles já
nos demonstraram, vão se interessar ainda mais por este tipo de
cultura, que é muito valorizada no mercado e apreciada pelo consumidor
que quer, sobretudo, ingerir saúde e qualidade”, disse Altimari.  Por
outro lado, acrescentou, “este pioneirismo que estamos confirmando
mostra um município e uma comunidade comprometidos com práticas que
colocam o meio ambiente em primeiro plano”.

Pular para o conteúdo